14/03/2017

Garoto de 14 anos encontra avião nazista com restos mortais do piloto


Por causa de um trabalho escolar, o garoto dinamarquês de 14 anos Daniel Jensen descobriu um avião da Segunda Guerra Mundial enterrado nos campos perto de casa. O menino contou com a ajuda de um detector de metais e de seu pai para a busca em Birkelse, ao norte do país.

Segundo ele, o objetivo era verificar se a história contada pelo avô de que um veículo nazista havia caído nos arredores da residência da família, em 1944, eram verdadeiras. Siggard Jensen, hoje com 94 anos, comentava sempre o fato com a família.

No interior do "cockpit" haviam os restos mortais do piloto.

A descoberta

Daniel Kristiansen fez a descoberta inesperada acompanhado do pai, Klaus, na sua quinta em Birkelse, no norte da Dinamarca.

"Saímos para o campo com um detetor de metais. Esperava que talvez conseguíssemos encontrar alguns pratos antigos ou alguma coisa que o Daniel pudesse mostrar na escola", explicou Klaus à CNN.

Acabaram por encontrar os destroços de um avião. Pediram uma escavadora emprestada a um vizinho e escavaram até sete a oito metros de profundidade.

"Ao início desenterramos muita terra com fragmentos metálicos. Quando, de repente, surgiram ossos e peças de roupa", recorda o jovem de 14 anos.



Daniel lembra-se de uma história que o avô lhe contava, sobre um avião tinha caído lá na quinta durante a II Guerra Mundial. "Terá sido em novembro ou dezembro de 1944", acrescentou, pois o avô dizia que na altura estava a fazer bolachas de natal com a avó e o tio de Daniel. Mas a avó tinha dito que as forças alemãs removeram o aparelho. "Eu pensei apenas que era uma história", confessa Daniel.

A fazenda da família Kristiansen fica nos arredores da cidade dinamarquesa de Birkelse.
As autoridades acreditam que se trata de um avião de combate Messerschmitt. Uma equipe de especialistas está a avaliar se a quinta da família Kristiansen é segura e se não existem munições ou outros materiais perigosos enterrados.


Os destroços do avião e os restos mortais do piloto foram transferidos para o Museu de História da Jutlândia do Norte, região da Dinamarca onde foi feito o achado. O responsável do museu acredita que em breve será possível confirmar a identidade do homem. "Encontramos os documentos do piloto e pensamos ter um nome", indicou o curador Torben Sarauw.

A polícia isolou o terreno. Como foram encontradas munições, especialistas em desativação de bombas ajudaram a retirá-las do local com segurança.

Suspeita-se que o avião terá saído da base de treino para pilotos alemães em Aalborg, uma cidade nas proximidades. Além das roupas do piloto, foram encontrados o chapéu, três preservativos e a carteira com duas moedas dinamarquesas e algumas senhas da cantina de Aalborg. A embaixada alemã já foi informada do achado.

Daniel espera que os restos mortais possam ser identificados e devolvidos à respectiva família. "Talvez ele possa ter um funeral".

Fontes: Arquivos do Insólito e Galileu

Quando amanhecer, você já será um de nós...

Noite Sinistra no YouTube

Gostaria de convidar os amigos e amigas a darem uma conferida no canal Noite Sinistra no YouTube, onde vocês podem encontrar várias matérias interessantes. Para acessar basta clicar no banner abaixo.

Acesse o canal Noite Sinistra no YouTube

Não deixem de se inscrever!!!

CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



1 Comentários
Comentários
Um comentário:
  1. A Segunda Grande Guerra faz jus ao "Grande". Após décadas de seu termino, ainda se encontram "grandes" coisas como este avião com seu piloto. Isto quando não evacuam vilarejos e até cidades por acharem bombas que não explodiram.

    ResponderExcluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave