03/06/2014

O menino do quarto Branco: A assombração da república Maracangalha - MG


Olá amigos e amigas, é com grande alegria que volto a publicar uma postagem da série "Histórias e Lendas brasileiras". O texto de hoje nos foi indicado pela nossa estimada amiga e colaboradora Elaine Lenhagui (). A dica da nossa amiga Elaine fala de uma assombração da cidade de Ouro Preto em Minas Gerais, conhecida na cidade como "O menino do Quarto Branco". Deixo aqui o convite para todos os leitores que conheçam alguma história de assombração da sua cidade, para enviar um breve relato do assunto para o e-mail fernando.sg83@gmail.com.


A cidade de Ouro Preto é repleta de histórias, e muitas vezes ao visitar seu maravilhosos casarões temos a impressão de ter retornado no tempo. A avançada idade e a importância de Ouro Preto ao longo da história brasileira, tornaram essa cidade o lugar ideal para uma exploração sobrenatural.

O menino do quarto Branco


Essa é uma famosa lenda ambientada na história cidade de Ouro Preto, muito por causa do seu teor assustador, como por indícios reais de que algo muito estranho aconteceu na casa onde a República Maracangalha é sediada hoje.

Havia uma família que morava naquele local, pai, mãe e um filho ainda criança. Os três contraíram tuberculose e foram isolados dentro de casa, pois na época não havia tratamento e a doença era contagiosa e altamente mortal.

Para que a família não passasse fome, os vizinhos deixavam três pratos de comida na porta da casa e depois os recolhiam vazios. Um dia, apenas dois pratos voltaram. Os vizinhos entraram e descobriram que o pai havia morrido. Depois de recolher o corpo voltaram a trancar a casa e enviar comida aos dois que haviam restado.

Pouco tempo depois apenas um prato começou a voltar e descobriu-se, então, que a mãe da criança também havia morrido. Também desta vez recolheram o corpo e passaram a enviar apenas um prato de comida para o garoto, até o dia em que nenhum dos pratos voltou.

Abriram a casa para recolher a criança, mas ela havia desaparecido.

Quando a república foi fundada não haviam móveis ou nenhuma forma de decoração, apenas o retrato do menino chumbado à parede.

Dentre as histórias que os moradores contam das aparições do menino, há uma de que certa vez, durante uma formatura, um homem dormiu na sala sem cobertor e durante a noite sentiu muito frio. Então, na madrugada, um menino veio até ele e entregou uma coberta. No dia seguinte o homem a devolveu para um ex-aluno que parecia com o tal menino e pediu para que ele agradecesse ao seu irmão. O ex-aluno ficou sem entender nada, e o rapaz disse que era um loirinho e baixinho. Os meninos então lhe mostraram esse quadro, e o homem o reconheceu como sendo o mesmo garoto que o entregou o cobertor.

Outra história é a de que as moradoras da república Caixotinho, uma vez roubaram o quadrinho, e a partir de então coisas estranhas passaram a acontecer na casa delas como, por exemplo, panelas caírem, janelas baterem, pratos quebrarem. No dia seguinte elas devolveram o retrato.

Houve também um carnaval em que uma turista disse para um dos moradores: “Que gracinha aquele menininho servindo cerveja pra galera!”, e os moradores estranharam, pois o carnaval na república é proibido para menores de 18 anos e não havia como uma criança ter entrado lá. Eles então mostraram o quadro para a mulher e perguntaram se o tal menino era o mesmo que estava ali, e ela afirmou que sim.

Um dos moradores da casa, dizia não acreditar na história do menino. Certa noite, enquanto dormia em um quarto com mais três pessoas, ele ouviu o barulho da porta batendo durante toda noite, porém ninguém mais ouviu nada.

E um dos casos mais impressionantes envolvendo o menino, é o que contam sobre o seu quarto, que é o único pintado de branco na casa, pois, segundo consta, ao pinta-lo de qualquer cor, no outro dia ele amanhece branco novamente. Mas nenhum dos atuais moradores teve a coragem de testar.

Algumas curiosidades envolvendo o menino são:
  • O quadro do menino é pintando no mesmo estilo que o da Monalisa, em que os seus olhos te acompanham em qualquer direção.
  • Nos olhos do menino existe o reflexo de uma mulher pintada. Acredita-se que seria a mãe dele.
  • No cartório de Ouro Preto existe uma ata sobre a morte do casal e o desaparecimento do menino.
  • Após uma infiltração o quadro deixou de ser chumbado à parede e passou a ser apenas pregado.
  • A luz do corredor do quadrinho fica acesa durante a noite em respeito à memoria do menino.
Quadro do menino

Agradecimentos a leitora  pela dica...

Quando amanhecer, você já será um de nós...

Não deixe de dar uma conferida nas redes sociais do blog Noite Sinistra...

 Siga o Noite Sinistra no Twitter   Noite Sinistra no Facebook   Comunidade Noite Sinistra no Google +   Noite Sinistra no Tumblr

CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



Links Relacionados:

VOLTAR PARA A PÁGINA INICIAL...

5 Comentários
Comentários
5 comentários:
  1. Elson Antonio Gomes7 de junho de 2014 11:11

    Alguém quer pintar um quarto de qualquer cor, exceto branco, e passar a noite nele, acordado esperando a tinta secar e ver como ficou o serviço logo pela manhã?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te convido a fazer isso caro colega Elson ...

      Excluir
    2. Elson Antonio Gomes13 de junho de 2014 14:49

      Meu amigo Silvio,

      me desculpa por não ter respondido antes, mas adoraria poder ter a chance de poder fazer esta experiencia. Não desrespeitando a Eliane que mandou, nem o Adm que postou e nem vc que convidou; muito longe disso! É que eu fissurado por estas coisas e teria um grande prazer em pintar e passar a noite neste quarto. Também não é ceticismo, pelo contrário. Teve uma época em minha vida que tive a chance de sair a campo e presenciar coisas muito sinistras, e esta seria muito interessante. E também não é falta de medo. Medos todos nós temos, mas o meu interesse e curiosidade é muito maior que meu medo.

      Tudo de bom!!!

      Excluir
  2. Gostei do garoto. Ele ajuda as pessoas e só quer fazer amigos ^-^

    ResponderExcluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave