13/06/2013

As misteriosas ruínas da Ilha Malden


Isolada na vastidão do Oceano Pacífico, encontra-se a pequena Ilha Malden, de apenas 39 quilômetros quadrados. Essa ilha é mais um dos vários locais misteriosos espalhados ao redor do planeta sobre os quais os cientistas emitem apenas suposições.

A Ilha Malden foi descoberta, no dia 30 de julho de 1825, por um grupo de exploradores britânicos liderado pelo experiente capitão George Anson Byron. O primeiro homem a deixar a embarcação HSM Blonde e desembarcar na ilha foi o estudioso Charles Robert Malden, por isso ela foi nomeada em sua homenagem.


Os exploradores ficaram perplexos quando encontraram a ilha inabitada, apesar das cerca de 40 estruturas megalíticas construídas no formato de pirâmides e plataformas espalhadas ao longo de boa parte da ilha.


O relatório escrito pelo explorador britânico informa que algumas pirâmides chegam a alcançar cerca de 9 metros de altura com 6-18 metros de largura.

Um fator que torna esse local ainda mais misterioso consiste no intricado sistema de ruas que se estende por toda a ilha semelhante a uma gigantesca teia de aranha. Essas vias sãos compostas por largas lajes de basalto cruzando a ilha completamente até desaparecer sob as águas do Pacífico.



A teoria mais aceita pela comunidade científica é a de que a ilha foi habitada há muito tempo atrás por um pequeno grupo de desbravadores Polinésios.

Fica difícil acreditar na teoria atual devido ao ambiente inóspito do local. A flora é bastante escassa e a fauna é constituída basicamente de aves marinhas e duas espécies de lagarto. Além disso, é basicamente impossível que uma população reduzida tenha dedicado tanto tempo a construção de tamanhos monumentos e diversas ruas.

Uma outra corrente de estudiosos acredita que a Ilha Malden é mais uma das várias evidências que comprovam a existência do continente perdido de MU.


A Ilha Malden permaneceu como colônia da Inglaterra até o ano de 1979. Três testes nucleares foram realizados na região pelo governo britânico entre os anos de 1956 e 1957. Não se sabe a dimensão dos estragos que esses testes causaram nos antigos monumentos.

Hoje em dia, a Ilha Malden faz parte da República Independente de Kiribati. A ilha habitada mais próxima fica a cerca de 800 quilômetros de distância.

Não existe nenhum tipo de passeio turístico para lá. A única maneira de chegar a Ilha Malden é através de barcos ou hidroaviões particulares. O custo da viagem de ida e volta pode chegar na casa dos 25.000 dólares.

Uma coisa é certa, alguma sociedade antiga, desconhecida e muito avançada empreendeu muito esforço na construção dos monumentos megalíticos nessa ilha e, por algum motivo, foi varrida do mapa muito antes da chegada dos primeiros desbravadores europeus.




Vídeo do teste nuclear:

Fonte: Caos no Sistema.

Quando amanhecer, você já será um de nós...

Não deixe de dar uma conferida nas redes sociais do blog Noite Sinistra...

 Siga o Noite Sinistra no Twitter   Noite Sinistra no Facebook   Comunidade Noite Sinistra no Google +   Noite Sinistra no Tumblr

1 Comentários
Comentários
Um comentário:
  1. Uma ilha misteriosa com monumentos de uso desconhecido e um local inabitado por seres, e o governo explode uma bomba atomica exatamente nesse local? intrigante.

    ResponderExcluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave