25/10/2012

Assombrações na casa do morro de Cruzeiro do Sul


Olá meus caros amigos e amigas...Alguns dias atrás eu publiquei os "Links Sinistros 06", onde eu fazia referência a um texto do blog Paixão Assassina, sobre 20 lugares assombrados ao redor do Brasil (Clique aqui para recordar). Pois bem, o assunto me interessou tanto que pesquisei um pouco a respeito, e encontrei em alguns outros blogs uma lista com 40 lugares assombrados espalhados por terras tupiniquins. Um desses lugares me chamou a atenção, trata-se da Casa do Morro de Cruzeiro do Sul - RS, você pode perguntar, por que chamou a sua atenção? É que esse Atormentado aqui, reside nessa cidade, de pouco mais de 12 mil habitantes, localizada no interior do Rio Grande do Sul, à cerca de 125 Km de Porto Alegre.

Lendas

Existem muitas histórias de que a Casa do Morro, que é o símbolo do município de Cruzeiro do Sul, estampando o brasão da cidade inclusive, falando que a casa seria assombrada. Pessoas que moram nos arredores dizem ouvir barulhos vindos de dentro da casa, a noite, embora a casa esteja a muito abandonada. Luzes que se apagam, seja ela luz elétrica, ou mesmo os lampiões a querosene de antigamente, também são relatados.

Quando criança, em meados da década de 90, tive a oportunidade de ler o livro Mitos e Lendas do Rio Grande do Sul, do escritor Antonio Augusto Fagundes. Nesse livro há uma história envolvendo a casa tema dessa postagem, onde fala-se de um tesouro escondido nas paredes dessa construção. Essa lenda foi particularmente ruim para a casa, pois pessoas interessadas no tal tesouro destruíram paredes e chão da habitação, que hoje, aguarda a restauração para abrigar futuramente a casa de cultura do município. Porém como vocês poderão ver abaixo, o estado atual é de total abandono.

História

A casa do morro, ou o solar dos Azambuja, como também é conhecida, foi construída por ordem do Tenente Coronel Primórdio Centeno de Azambuja (1823-1898). Sua construção foi iniciada em 1873 e concluída em 1878. O tenente coronel era filho do casal João Xavier de Azambuja e Laura Centeno de Azambuja que, em 1855, adquiriram as terras situadas entre os arroios Sampaio e o de Moinhos, denominando a grande área da Fazenda São Gabriel. A sede da Fazenda, com a moradia dos proprietários, situava-se onde hoje é a Prefeitura de Cruzeiro do Sul. Essa família possuía grandes posses, e assim nosso caro Primórdio que teria combatido na guerra do Paraguai (1864-1970), a serviço da guarda nacional, iniciou em 1872 a construção da sua casa, próxima a cede da fazenda, mas nesse mesmo ano, uma enchente acabou inundando a residência, o que o motivou a mudar a localização da sua nova moradia, agora em um ponto mais alto. A obra iniciou em 1873, sendo concluída em 1878. Segundo as histórias passadas no tradicional boca a boca, as paredes do solar eram compostas de duas camadas de tijolos e entre essas camadas haveriam vãos. O poder econômico da família, dona de grande quantidade de terra em toda a região, fez crescer entre os populares a lenda de que no interior da casa havia sido escondida uma grande quantidade de ouro, tal tesouro estaria escondido nesses vãos entre as paredes.

Após a morte de Primórdio, a casa permaneceu em posse dos Azambuja, até o ano de 1914. De lá pra cá a casa foi alugada por diversas vezes, até que acabou sendo abandonada e posteriormente depredada por pessoas que acreditavam na lenda de que a casa do morro abrigaria, entre suas paredes, uma fortuna em ouro.

O abandono se deve em parte pelas histórias de assombração. Muitas pessoas relataram os estranhos ruídos vindos da casa, mesmo em épocas mais remotas, quando o local ainda era habitado. Outros dizem ser possível avistar entre seus arcos, uma entidade que aparece e desaparece em um piscar de olhos. Alguns acreditam que o Tenente coronel permanece em seu antigo lar, e ainda observa a paisagem do alto do morro.

Informação atualizada (08-13)

O texto acima foi publicado no ano de 2012, e agora no mês de Agosto de 2013 finalmente podemos ver as primeiras melhorias feitas no local. A prefeitura do município de Cruzeiro do Sul, juntamente com voluntários da comunidade local, tem realizado a limpeza do matagal que estava tomando conta da residência histórica. Obras de restauração também estão para começar. O projeto de utilizar o local como Casa de Cultura talvez, finalmente, saia do papel.

Como eu moro na cidade, resolvi ir até o local e tirar algumas fotos para vocês meus caro amigo Atormentados...

Vista da lateral da casa

Parte da frente, e os arcos onde alguns dizem avistar uma entidade.
Os bancos vistos nessa imagem estão no local, pois anos atras ele serviu de restaurante.

Um simpático casal de Urubus observando minha movimentação pelo local

Outra lateral da casa



Vista para o Rio Taquari



Abaixo vocês poderão ver um pequeno vídeo feito no local...


Quando amanhecer, você já será um de nós...

Links Relacionados:
A maldição do Little Bastard.
17 Comentários
Comentários
17 comentários:
  1. O que vc sentiu ao chegar perto da casa Nando? Pelas fotos as energias devem ser pesadas/negativas. O.o

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é uma casa de grande valor histórico para a cidade...Eu conheço muitas histórias a respeito do lugar e tal...algumas até meio absurdas, como uma história em que uma família morava no lugar e certa vez a mulher havia acendido o fogo de um fogão, e saiu da cozinha, quando ela retornou a chama havia se apagado, o mesmo se repetiu diversas vezes, até que ela ficou escondida observando, ela diz ter visto que o espectro de uma cobra é que apagava o fogo...rsrsrs.
      Hoje a casa fica em uma área residencial, ao lado dela existe um restaurante, a própria casa já serviu de restaurante...Sempre existem pessoas no lugar tirando fotos e tals...Ou seja a sensação de isolamento é pequena, você não consegue se "desligar" muito do mundo quando está lá...

      Mas o que mais me chamou a atenção é que o morro onde a casa foi construída é também conhecido como "Toca dos Corvos", e eu consegui fotografar dois urubus empoleirados no lado da casa...isso tudo dá ao lugar um ar ainda mais sombrio...
      Eu torço para que o local realmente seja restaurado...é um lugar muito belo e imponente...quem sabe com a restauração do lugar, algumas histórias novas de assombração não acabem vindo a tona neah?...rsrsrsr.
      Obrigado pela participação...

      Excluir
    2. Eu recomendo fortemente, a todos que conhecem uma lenda sobre um lugar, visitar o lugar...é uma experiência muito bacana...

      Excluir
    3. Hum... Se fosse um local mais isolado daria pra sentir melhor a energia do local.

      Excluir
  2. acabei de receber de uma pessoa essa historia, to no rio de janeiro e me interessei pela historia, corro atras de casos assim, não só eu como varios , e resolvi analisar esse caso, em breve estarei indo pra cidade, fazer pesquisas e descobrir o que tem nessa casa, não irei tão cedo pois to resolvendo um caso de quadro amaldiçoado , que todos que compram , morrem na mesma noite . e ele andarodando o brasil , e descobri que ta aqui em niterói no rio , assim que resolvemos isso tentarei ir pra Cruzeiro do Sul, ou mandarei outras pessoas.

    Dii Winchester .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara se precisar de um guia , estou a disposição , me contate no e-mail

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir

  3. Sen-sa-cio-nal!!!

    Por isso este blog é diferente!^^

    Pois adiciona conteúdo inédito com relevância!^^

    My God...Aqueles urubus são a cereja do bolo!^^

    Êxcêlêntê postagem!^^

    Abrax^^

    ResponderExcluir
  4. ADOREIII!!!!!!
    Preciso fazer um teatro para a feira do livro do município sobre a casa do morro e este site me ujudou MUIIITO MESMOO!! obrigado!

    ResponderExcluir
  5. Vixii..de cara não gostei,tem coisa brava nesse lugar,pelo menos é o que eu sinto ao ver as fotos,vai ver que é porque sou medium mas mesmo quem não é tenho certeza que um calafrio iria sentir,ainda mais sozinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é um lugar muito belo da cidade de Cruzeiro do Sul...pena que esteja tão abandonado. Mas parece que a administração municipal finalmente vai iniciar reformas no local, visando transformar a Casa do Morro em uma espécie de Casa de Cultura. Algumas medidas até já foram tomadas, como a limpeza do matagal que em alguns pontos tomava conta do local.

      Quando fui realizar as fotos eu não senti nada estranho no local...tudo transcorreu tranquilamente, apesar de ser um lugar cheio de superstições...mas admito que os corvos ali sentados observando tudo deram um ar ainda mais sombrio à minha visita...rsrsr

      Excluir
  6. Cara vocês não acreditariam se eu dissese que moro em cruzeiro do sul , eu moro em frente as lojas Certel com minha tia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oohhh um conterrâneo...rsrs. A prefeitura parece que resolveu começar a "limpar" o local neah...?

      Espero que a casa seja restaurada...eu adoraria ver essa tão importante parte da história de Cruzeiro do sul e do vale do Taquari sendo usada como casa de cultura ou algo do tipo...

      Excluir
    2. Cara , é vdd resolveram reformar , mas sei lá ainda não fizeram grandes coisas lá , se quiser dar uma passada lá em casa , podi ir lá , é no andar de cima chega lá pedindo por mim

      Excluir
  7. Essa casa é parecida com um dos cenários dos meus pesadelos de infância. Que medo! Hehe!

    ResponderExcluir
  8. tá e não entrou e filmou lá dentro pq?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A explicação é bem simples...apesar de que na época que fiz essa matéria, o local estivesse sendo usado por drogados...eu decidi agir da forma correta...ou seja, a casa do morro é responsabilidade da prefeitura da cidade...eu solicitei autorização junto a prefeitura para realizar filmagens e fotografias no interior da residência, e até hoje não recebi resposta...logo eu achei melhor não invadir o local, como tantas outras pessoas fizeram...simples assim...

      Excluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave